Grandes Casais dos Livros

Atualizado: Jun 12

Para celebarr o Dia dos Namorados, a editora Palavra & Verso fez uma lista de casais marcantes dos livros que arrebaratam leitores em todo o mundo. Confira:


Romeu e Julieta (Tragédia de William Shakespeare):


O casal aparece na peça honônima lançada em 1591 e 1595, nos primórdios da carreira literária de Shakespeare. A trama aborda dois adolescentes cuja morte acaba unindo suas famílias, outrora em pé de guerra. A peça ficou entre as mais populares na época do autor e, ao lado de Hamlet, é uma das suas obras mais levadas aos palcos do mundo inteiro. Hoje, o relacionamento dos dois jovens é considerado como o arquétipo do amor juvenil.



Aragorn e Arwen (O Senhor dos Anéis, J. R. R. Tolkien):


O casal aparece na obra fantástica do britânico Tolkien. Escrita entre 1937 e 1949, com muitas partes criadas durante a Segunda Guerra Mundial, a saga é uma continuação de O Hobbit (1937). O livro foi publicada em três volumes (A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei) e, em todos, se desenvolve entre uma elfa de Valfenda e um guerreiro que viria a tornar-se rei o cativante romance que tanto encantou os leitores do autor.


Rhett Butler e Scarlett O'Hara (E O Vento Levou, Margaret Mitchell):


No romance histórico da escritora e jornalista norte-americana Margaret Mitchell, encontra-se esta história de amor célebre e tempestuosa que agradou leitores em todo o mundo. Publicado pela primeira vez em 30 de junho de 1936 pela editora Macmillan Publishers, o livro foi recebido, em geral, com comentários positivos da crítica, vencendo os prêmios Pulitzer e National Book Award no ano seguinte ao seu lançamento.



Lancelot e Guinevere (As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley):

Publicada originalmente em 1979, a obra que contempla o universo da lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda possui um cativante casal: Lancelot e Guinevere. Na saga, ela se apaixona pelo principal cavaleiro de Arthur, desde que o vê pela primeira vez. Como consequência deste amor que é por todos considerado proibido e adúltero, tal paixão da personagem causa desoladoras consequências políticas e religiosas para o rei.



Conde Drácula e Mina Harker (Drácula, Bram Stocker):


Lançado no ano de 1897, a obra de ficção gótica foi a grande percursora dos mitos de vampiros pela literatura, além de ser um grande expoente do gênero terror; até os dias atuais, Drácula possui centenas de adaptações para outras mídias. Na obra, o recluso e misterioso vampiro Conde Drácula vê em Mina Harker a reencarnação de seu antigo amor, que morrera há séculos atrás, e assim o romance acaba tendo trágicos desfechos.



Jay Gatsby e Daisy Buchanan (O Grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald):


Publicado pela primeira vez em 10 de abril de 1925, a história passa-se em Nova Iorque e na cidade de Long Island durante o verão de 1922, e é uma crítica ao "Sonho Americano". A trama possui um casal não-oficial: Gatsby e Daisy. Na história, Daisy é casada com outro homem e Gatsby é um bilionário apaixonado pela moça, e que está decidido a reconquistá-la. De toda forma, o romance entre os dois personagens é avassalador e marcante.


Fonte: Wikipédia


#classicosmundiais #literaturamundial #casaisliterarios #inspiracao

54 visualizações

PALAVRA & VERSO

Palavras dão asas

Projeto idealizado em

Curitiba (PR)

Tel: 41 98902 3880

palavraeverso@outlook.com

© 2020 por Palavra & Verso

41 98902 3880